quinta-feira, 16 de junho de 2011

A História de Katie


A moça da foto se chama Katie Kirkpatrick, de 21 anos. Ao lado dela está o noivo, Nick, de 23. A foto foi tirada pouco antes da cerimônia de casamento dos dois, realizada em 11 de janeiro de 2005 nos Estados Unidos. Katie tem câncer em estado terminal e passa horas por dia recebendo medicação. Na foto Nick aguarda o término de mais uma destas sessões.

 Apesar de sentir muita dor, de vários órgãos estarem apresentando falência e ter que recorrer à morfina, Katie levou adiante o casamento e fez questão de cuidar do máximo de detalhes. O vestido teve que ser ajustado várias vezes, pois Katie perde peso todos os dias devido ao câncer.



Um acessório inusitado na festa foi o tubo de oxigênio usado por Katie. Ele acompanhou a noiva em toda a cerimônia e na festa também. O outro casal da foto são os pais de Nick, emocionados com o casamento do filho com a mulher que namorou desde a adolescência.



Katie, sentada em uma cadeira de rodas e com o tubo de oxigênio, ouve o marido e os amigos cantarem para ela.



No meio da festa Katie tira um tempo para descansar. A dor a impede de ficar de pé por muito tempo.




Katie morreu 5 dias após o casamento. As fotos venceram um concurso americano de jornalismo. Ela não impediu que a doença a impedisse de viver, de ter fé e esperança que fez com que ela acreditasse que teria um futuro. Ela teve um casamento muito bonito, teve amor e deu amor. O amor nunca morre. Homenagem também a Nick Godwin, que foi um verdadeiro herói lutando ao lado de seu amor, sem jamais abandona-la, sobretudo em seus momentos mais difíceis, até os últimos momentos da vida de katie. Ver uma menina tão debilitada vestida de noiva e com um sorriso nos lábios, faz a gente pensar se a vida é mesmo tão complicada.






10 comentários:

Mariposo-L disse...

Amigo juro que não posso falar que isso é bonito ... por que é triste mesmo .. alias muito triste mórbido !

Ana_Cris disse...

acho que pode ser mórbido por um lado, mas na realidade a memória de quem conviveu ou soube dessa história é uma lição de que a vida não acaba com os problemas, e que não se pode deixar de viver uma emoção tão grande se se tem como dar um jeito de realizar e sentir essa sensação. e de que a gente tem que parar de reclamar de tudo e achar que não pode fazer tudo e começar a fazer muito mais.

owerdose disse...

Tem muita gente boa nesse mundo cabuloso!

Coisas Super Variadas disse...

Meu deus,Essa História é triste,e me emocionou Muito.

BLOG DINIZ K-9 disse...

Parabéns pelo blog, vou acompanhar as postagens. Visite o Blog Diniz K-9.
http://dinizk9.blogspot.com/

Erica disse...

Muito triste!

Osvaldo Luiz disse...

Todo épico grandioso afinal tem seu lado triste!!
Enquanto isso, tanta gente desperdiça seu tempo de vida com tanta futilidade sem sentido!!
A realidade não foi feita pra ser fácil, mas nem por isso a vida deve deixar de ser vivida em sua máxima plenitude!!

anareis disse...

Querida(o) amiga(o). Estou fazendo uma Campanha de doações pra ajudar os jovens rapazes que estão internados no Centro de Recuperação de Dependentes Químicos onde meu filho está interno também.Lá tem jovens que chegam só com a roupa do corpo,abandonados pela família. Eles precisam de tudo:roupas masculinas,calçados,sabonetes,toalhas,pasta de dentes,escovas de dentes,de um freezer, Roupas de cama,alimentos. O centro de recuperação sobrevive de doações,são mais de 300 homens internos.Eles merecem uma chance. Quem puder me ajudar pode doar qualquer quantia no Banco do Brasil agência 1257-2 Conta 32882-0

Clarice Paes disse...

Que história bonita! Um blog escolhido a dedo...continue assim que vou voltar mais vezes...haha

jazz disse...

http://sonidos.blogdiario.com/